A estréia do Surf Ranch Pro no CT

Preparados para o evento de surfe com data e hora marcada?

Publicada em: 04/09/2018 15:59:23


Em alguns dias o mundo do surfe estará com os olhos vidrados em um dos eventos mais aguardados do ano. O Surf Ranch Pro, nova etapa do campeonato da WSL, acontece de 6 a 9 de setembro, na famosa “piscina do Kelly”, em Lemoore, na Califórnia. Indiscutivelmente, um evento em uma piscina de ondas chama a atenção e muitas novidades estão por vir nesta primeira edição.

Após o evento teste – O Founders Cup – entre as equipes da WSL, que marcou a estreia Surf Ranch em eventos de surfe, a curiosidade dos fãs foi despertada. Agora eles podem esperar por mais algumas inovações e mudanças no esporte.

A WSL divulgou novidades para esta primeira edição do Surf Ranch Pro, sendo elas: uma expression session de aéreos, com a nítida intenção de mostrar as melhorias da onda artificial, que agora conta com uma seção melhorada para a manobra e outra de Longboard, além do aguardado show da banda californiana Blink 182, que fecha a noite de sábado, dia 8 de setembro.

Uma das últimas novidades foram em relação aos wildcards do evento. Com o havaiano John John Florence de fora após uma grave lesão no joelho (leia mais aqui) e ainda sem previsão de volta confirmada, e Caio Ibelli também lesionado, os brasileiros Miguel Pupo e Wiggolly Dantas participarão da etapa.

Além deles, o australiano Mickey Wright, atual 11° do rank mundial, recebeu o convite para a prova masculina, assim como o japonês Hiroto Ohhara. Por outro lado, Bethany Hamilton representará o Havaí na prova feminina.

 

Foto: WSL /Kenneth Morris

 

Preço do Ingressos

Assim como na Founders Cup, o Surf Ranch Pro será aberto ao público, porém apenas a partir de sexta-feira, dia 7 de setembro. O primeiro dia de competição será fechado e apenas transmitido via Facebook e no site da WSL (os outros dias da competição também poderão ser acompanhados pela internet).

Um bilhete diário custa $99 e o passaporte para os três dias do evento – sexta, sábado e domingo – custa a $199 para adultos. Além dos bilhetes VIPs que custam um valor de $499.

Há várias opções de hospedagens, incluindo serviços online comunitários para as pessoas reservarem acomodações. E se seu sonho é poder surfar essa onda perfeita, desta vez você terá que aguardar, diferentemente do que vimos na Founders Cup. Os ingressos VIPs não incluem a oportunidade de surfar a onda mágica, porém quem sabe veremos isso nos próximos eventos.

 

 

Formato das baterias

O formato do evento será bastante parecido com o que foi realizado na Founders Cup e diferentemente dos outros eventos, cada surfista terá sua chance de surfar sozinho.

As baterias funcionarão assim: todos os atletas, tanto do circuito masculino quando do circuito feminino, disputarão uma fase de qualificação, que será dividida em três rodadas. Em cada uma dessas rodadas, os atletas surfarão uma onda para esquerda e outra para direita, para obterem seu score final.

Após as fases de qualificação, apenas 12 surfistas, 8 do masculino e 4 do feminino, participarão da fase final. O formato segue o mesmo: 3 rounds, 2 ondas em cada round, uma direita e outra esquerda, soma-se as melhores notas para então definir os campeões dos eventos.

Pontuação no Ranking

A WSL finalmente divulgou como será a definida a pontuação do evento. No masculino segue os mesmos 10mil pontos para o campeão, 7.800 para o vice colocado e 6.085 para o terceiro colocado. Do quinto colocado até o oitavo a pontuação é igual somando 4.745 pontos. Para os competidores que ficarem no quase para a fase final do evento (da nona posição até a décima-segunda), marcarão 3.700 para o ranking. Do décimo terceiro ao vigésimo quarto pontuarão 1.665. E os demais entre o 25.o até o último colocado do evento, somarão apenas 420 pontos para o ranking.

 

 

Foto: WSL / Kenneth Morris

 

Ordem de entrada

A programação para os quatro dias de eventos já está definida e os horários das ondas dos atletas também foi divulgado pela WSL. A ordem dos atletas baseia-se em suas respectivas colocações no ranking. Sendo assim, os atletas no topo irão se beneficiar e saber o que precisam fazer para pontuarem mais que os outros.

Dos 36 atletas no masculino, apenas os 18 piores ranqueados entram na água no primeiro de evento. Os outros 18 (incluindo Filipe Toledo, Gabriel Medina e Ítalo Ferreira) só se apresentaram na sexta-feira (7).

 

Confira a lista a seguir sobre a ordem e horário do Surf Ranch Pro:

Quinta-Feira dia 6 de setembro:

1 Hiroto Ohhara (JPN) – 09h00 (13h00 no Brasil) e 09h24 (13h24)
2 Kelly Slater (EUA) – 09h08 (13h08) e 09h32 (13h32)
3 Miguel Pupo (BRA) – 09h16 (13h16) e 09h40 (13h40)
4 Wiggolly Dantas (BRA) – 09h48 (13h48 no Brasil) e 10h12 (14h40)
5 Joan Duru (FRA) – 09h56 (13h56) e 10h20 (14h20)
6 Keanu Asing (HAV) – 10h04 (14h04) e 10h28 (14h28)
7 Matt Wilkinson (AUS) – 10h36 (14h36) e 11h00 (15h00)
8 Ian Gouveia (BRA) – 10h44 (14h44) e 11h08 (15h08)
9 Patrick Gudauskas (EUA) – 10h52 (14h52) e 11h16 (15h16)
10 Jessé Mendes (BRA) – 12h34 (16h34) e 12h58 (16h58)
11 Michael February (AFR) – 12h42 (16h42) e 13h06 (17h06)
12 Connor O´Leary (AUS) – 12h50 (16h50) e 13h14 (17h14)
13 Joel Parkinson (AUS) – 13h22 (17h22) e 13h46 (17h46)
14 Tomas Hermes (BRA) – 13h30 (17h30) e 13h54 (17h54)
15 Sebastian Zietz (HAV) – 13h38 (17h38) e 14h02 (18h02)
16 Yago Dora (BRA) – 14h10 (18h10) e 14h34 (18h34)
17 Frederico Morais (PRT) – 14h18 (18h18) e 14h42 (18h42)
18 Adriano de Souza (BRA) – 14h26 (18h26) e 14h50 (18h50)

Sexta-Feira dia 7 de setembro:

1 Conner Coffin (EUA) – 12h34 (16h34 no Brasil) e 12h58 (16h58)
2 Ezekiel Lau (HAV) – 12h42 (16h42) e 13h06 (17h06)
3 Kanoa Igarashi (JPN) – 12h50 (16h50) e 13h14 (17h14)
4 Adrian Buchan (AUS) – 13h22 (17h22) e 13h46 (17h46)
5 Michael Rodrigues (BRA) – 13h30 (17h30) e 13h54 (17h54)
6 Griffin Colapinto (EUA) – 13h38 (17h38) e 14h02 (18h02)
7 Jeremy Flores (FRA) – 14h10 (18h10) e 14h34 (18h34)
8 Mikey Wright (AUS) – 14h18 (18h18) e 14h42 (18h42)
9 Kolohe Andino (EUA) – 14h26 (18h26) e 14h50 (18h50)
10 Willian Cardoso (BRA) – 16h04 (20h04) e 16h28 (20h28)
11 Michel Bourez (TAH) – 16h12 (20h12) e 16h36 (20h36)
12 Jordy Smith (AFR) – 16h20 (20h20) e 16h44 (20h44)
13 Owen Wright (AUS) – 16h52 (20h52) e 17h16 (21h16)
14 Wade Carmichael (AUS) – 17h00 (21h00) e 17h24 (21h24)
15 Italo Ferreira (BRA) – 17h08 (21h08) e 17h32 (21h32)
16 Julian Wilson (AUS) – 17h40 (21h40) e 18h04 (22h04)
17 Gabriel Medina (BRA) – 17h48 (21h48) e 18h12 (22h12)
18 Filipe Toledo (BRA) – 17h56 (21h56) e 18h20 (22h20)

 

 

O evento promete levar o surf a outro patamar e abrir caminhos no meio midiático, além de claro, trazer mais interesse do grande público no esporte e para nós, esperamos que o Surf Ranch Pro seja um sucesso e um show de surf para todos os fãs.

 

Publicada em: 04/09/2018 15:59:23

Posto 6

terça-feira - 13/11/2018
VELOCIDADE
13.58 kts
DIREÇÃO

ÁGUA
18º
TEMPO
18º

SEJA PREMIUM

Tenha acesso a cameras exclusivas, conteúdos e ao nosso alerta de swell.

ASSINE JÁ