Acontece a 1° fatalidade em uma piscina de ondas

Ameba "comedora de cérebros" foi a causa da morte do surfista amador Fabrizio Stabile.

Publicada em: 01/10/2018 09:46:25


O surfista de 29 anos Fabrizio Stabille, morreu pelo que tem sido chamado de "ameba comedora de cérebros" após visitar o parque de piscina de ondas de Waco, Texas.

O parque encontra-se fechado no momento para que pesquisadores possam realizar testes no local. Resultados serão divulgados dentro de 1 ou 2 semanas.

Exames foram realizados após a morte de Fabrizio, e o surfista testou positivo para Naegleria fowleri - uma ameba que, típicamente esta presente em aguás doces, mornas e não higienizadas ou em lagos e é extremamente perigosa.

É bastante difícil identificar a doença causada pela ameba, e normalmente apenas consegue-se ter um diagnóstico completo depois do infectado vir a óbito.

A ameba entra no corpo pelo nariz quando uma pessoa mergulha e aspira água, e atinge o sistema nervoso, indo para o cérebro. Após fixar-se no cérebro, causa uma infecção chamada "Meningoencefalite Amebiana Primária". Os sintomas levam, em média, 5 dias para começarem a aparecer e os mais comuns são: náuseas, febre e dores de cabeça. A morte ocorre dentro de algumas semanas.

A doença é rara, porém, praticamente fatal, segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, entre 1962 e 2017, apenas 4 das 143 pessoas infectadas pela ameda conseguiram sobreviver.

 

Publicada em: 01/10/2018 09:46:25

Ipanema

sábado - 20/10/2018
VELOCIDADE
8.54 kts
DIREÇÃO

ÁGUA
20º
TEMPO
20º

SEJA PREMIUM

Tenha acesso a cameras exclusivas, conteúdos e ao nosso alerta de swell.

ASSINE JÁ